Viagem: A última semana na Inglaterra.

O post de hoje é meio triste e meio nostálgico. Não acredito que já terminou meu intercâmbio. Já estou escrevendo o post no Brasil, no sofá de casa, com as malas já desfeitas e com sono por causa da viagem. A sensação de estar de volta tem dois lados, aquele onde é uma delícia estar em casa, dormindo na própria cama e comendo a comidinha do Brasil e o outro é aquele em que a vida que eu vivi durante um mês inteirinho já me deixa saudades. Pra ajudar a matar um pouco dessa falta que Brighton já está me causando, vamos resumir minha ultima semana no lugar que se tornou um dos meus lugares preferidos do mundo!

Como eu já contei no ultimo post, no domingo do dia 24/07 eu fui novamente para Londres, dessa vez para ir até o bairro da Amy Winehouse, Camden Town. É um lugar muito legal da cidade e bem movimentado. Assim que eu desci da estação, já vi que haviam vários artistas de rua e muito turista. Como cheguei perto do meio dia, fui até o costa café(de novo) comer a torrada que eu amei e tomar um Fruit Cooler de blackberry e raspberry(que bebida maravilhosa!!!). Dessa vez eu tenho a foto!

Depois de barriguinha cheia fui até o Stable Market, onde além de ter várias lojinhas de roupa, acessórios e banquinhas de comida, é lá onde a gente pode ver a estátua em homenagem a cantora. Como eu fui no dia depois do aniversário de morte da Amy, a estátua tinha rosas e várias pulseirinhas. Não tirei muitas fotos do mercado em si, tinha muita gente circulando então acabei filando mais. Assim que o vlog sair, será anexado aqui no post.

Saindo de Camden Town, fui até o British museum e estava: cheio! A entrada é franca e o museu enorme. Não fiquei andando muito lá dentro pois não sou do tipo de pessoa que curte museus. Além do mais, eu já estava bem cansada.

Como saí de lá e ainda era dia, fui até a Piccadilly Circus, que é um lugar cheio de lojas e com alguns painéis luminosos. Quando eu cheguei, um evento tinha terminado, pena que eu não fui lá antes. Perto, caminhando mais um pouco, consegui passar pela China Town. Voltei cansadíssima e então entramos na segunda-feira, a ultima da viagem. O mais interessante que eu fiz foi comer no Starbucks. Tomei um Frappucino Chocolate Cream e comi uma torrada de queijo.

Na terça-feira eu fui correr na praia mais uma vez e comecei a já sentir falta de fazer isso quando voltasse para o Brasil. Na quarta eu comecei a aproveitar o meu aniversário de noite. Eu e mais uma amiga minha fomos em uma festa no Cocoloco. Tava bem cheio, eu passei mal, saímos cedo da festa! hahahah.

Esse lugar a noite tem todo meu amor (olha a lua lá atrás!)

No dia do meu aniversário e o penúltimo de aula eu não fiz nada. Ainda estava muito cansada da noite anterior e então fui dormir. Quando acordei, fui até um mercado e comprei: sorvete! Mesmo com dia frio, comi olhando uma série e me senti muito feliz!!!

O último dia de aula foi muito bom e também triste. Meu professor era muito legal e eu aprendi muita coisa com ele. O principal das minhas aulas que eu preciso contar pra vocês é que sim, a gente pode aprender inglês no nosso país de origem, mas não há comparação alguma entre aprender aqui e lá fora. Em um lugar onde a unica língua em comum é aquela que fomos aprender, nos obrigamos a falar ao máximo tudo gramaticalmente correto.

Depois da “formatura”, eu e a Kate saimos para comer e nos deparamos com uma feira de comida de rua em um dos parques que eu adorava ir lá sentar. Comemos uma batata frita com molhos e queijos e estava MA-RA-VI-LHO-SA! Pagamos £6 e valeu a pena. Depois ficamos na praia por um bom tempo e ai eu queimei um pouco meu rosto! hahahaha.

.jpg

A noite, fui mais uma vez em uma festa, na Pryzm. Muito mais legal que a da quarta-feira. O lugar era bem melhor, tinha vários ambientes diferentes com musicas diferentes. Tinha tempos que eu não ia em uma festa tão boa! Dancei desde a hora que eu cheguei até a hora de ir embora!

Amazing night with my girls🔥

A post shared by Özge Şenkul (@ozgeaaaaa) on

No sábado, meu último dia na Inglaterra, fui pela ultima vez para Londres! Fui visitar o cenário de um dos meus filmes preferidos! Notting Hill é muito legal e no sábado acontece uma feira na rua, o portobello market. É gigantesca e vende diversas coisas, como comidas, frutas, souvenirs, objetos de decoração… O bairro é lindo demais e dá uma vontade enorme de ficar por lá. Também foi lá que encontrei os souvenirs em um preço mais barato. Sete chaveiros eu paguei £5 e 7 ímãs de geladeira £5 também. Por £5 eu comprei também 3 canecas. Portanto, o melhor lugar pra comprar souvenirs é em Londres, preferencialmente em Notting Hill. Dei mais umas voltas pela cidade e então voltei pra Brighton pra comer a minha ultima refeição na escola.

20160730_164300.jpg

Fechei as malas e dormi por umas 4 horas pois precisava sair as 3:45 da cidade pra chegar as 7:30 no aeroporto. Tive que levar três malas mais minha mochila em transporte público e sozinha. Então, não façam o que eu fiz. Bastante coisa que eu levei na viagem eu não usei. Pesquisem muito antes de viajar pra saber o essencial pra levar pra viagem, se arrependimento matasse eu não estaria aqui fazendo esse post agora. A dor que eu estou sentindo nos braços e nos ombros eu poderia ter evitado se não tivesse levado tanta coisa, mas faz parte!

O percurso da volta foi o mesmo da ida. De Londres para Paris, onde comprei macarrons! (amei e paguei a caixinha com 6 € 17,10). Depois de Paris fui pra Brasília e tive uma surpresa quando cheguei lá.

Merci Paris ❤

A post shared by Sabrina Yasmin (@sabrinayaasmin__) on

Além do vôo cansativo, com uma comida BEM diferente da ida (dessa vez a comida estava gelada e a opção de refeição ruim, devido a greve dos funcionários da Airfrance) tive que pegar minhas malas, sendo que quando fiz o check in em Londres, a funcionária me disse que só precisaria retirá-las no meu destino final, o que teria que fazer em Brasília novamente era somente o check in. Mas fomos, eu e mais de 150 pessoas retirar as malas, pra subir no embarque, fazer check in, despachar as malas novamente e embarcar. Os que conseguiram as malas rápidos, conseguiram fazer tudo isso em 50 minutos. Porém eu tive a “sorte” de ter uma das minhas malas extraviadas pela companhia. Esperei mais de 30 minutos e só uma das minhas malas apareceu. Até fazer um protocolo de perda, perdi minha conexão junto com mais 20 pessoas que também iam até Porto Alegre. Assim, o próximo vôo disponível seria só no dia seguinte as 6h50, com chegada em POA as 9h15. Por sorte, ter ficado em Brasília fez com que minha mala magicamente aparecesse. Certamente ela foi posta em uma esteira errada… Fomos para um hotel pago pela companhia e pude descansar. Só que mesmo assim eu estava triste, a saudade da minha família estava prestes a ser saciada! Quero acreditar que todo o empecilhos tenha me tirado de outra coisa pior!

O que importa é que cheguei bem e segura no outro dia no meu estado. Comi meu pão de queijo quando cheguei e abracei toda minha família. A viagem foi ótima e já sinto muita saudade do lugar que chamei de casa por um mês. Entretanto, voltar pra casa é sempre bom. Assim como Deus me levou até essa aventura nesse ano, torço pra que ele me leve para lá algum dia novamente e pra mais muitas outras. Obrigada Deus, obrigada minha mãe e todos os esforços pra me dar essa viagem e obrigada Inglaterra pelos momentos incríveis. E claro, obrigada a você que compartilhou dessa viagem comigo.

Espero (ansiosamente) pra que uma nova viagem como essa chegue.

Beijos, Sabrina!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: