Filmes do mês (again)

E de novo fico sem fazer filme com fini. E dessa vez não foi preguiça,foi a falta de ter visto um filme que me satisfizesse. Olhei vários, óbvio, mas nada que me chamou a atenção.

Vamos pra lista:

Blue Jasmine – ✭✭✭;

Rio 2 – ✭✭✭✭✭;

Pocahontas – ✭✭✭;

As aventuras de Pi – ✭✭;

Rio -✭✭✭✭;

Trapaça ✭✭✭✭;

Álbum de família ✭✭✭✭ (pela Meryl);

Carrie, a estranha ✭✭✭✭;

Coincidências do amor ✭✭✭✭;

A culpa é das estrelas ✭✭✭;

Confissões de adolescente ✭✭✭.

Dessa vez não foram muitos né?

Pra não ficar só uma lista de filmes que eu vi, vou destacar 3 filmes fazendo uma  pequena crítica.

Começando com dois, logo de cara. O primeiro que me decepcionou um pouco foi “Trapaça”. Eu tava maluca pra ver esse filme, queria ter ido no cinema assistir, mas nunca conseguia. Esperei chegar na locadora e aluguei logo no primeiro dia que ele chegou. Não achei o filme ruim, só achei um pouco maçante. E já “Álbum de família” eu esperava que fosse chatinho, olhei mesmo pela atuação ( impecável, diga-se de passagem) da Meryl.

O ultimo que eu me sinto NECESSITADA de falar, é um filme, de um livro, que eu cheguei a comentar aqui que eu tava relendo – não mencionando o título- e que tem algo que eu não descobri que me incomoda.

SIM, to falando de “A culpa é das estrelas”. Comprei o livro no início do ano passado, por que já tinha lido muito que o livro era muito bom e de fazer chorar. Aí, um dia fui na livraria, e meio sem saber como escolher só um livro, peguei esse, com a capa azul e suas nuvens preta e branca. Lia o livro e pensava “agora deve ta chegando a hora de chorar”, “ai, agora vem uma parte que vai me deixar triste”… Mas nada, absolutamente NADA me acontecia. Terminei o livro totalmente decepcionada e com uma baita de uma interrogação na cabeça. Passou.

A indignação voltou quando eu comecei a ver o sucesso do livro crescer e o anuncio de que seria feito um filme. Aí pensei comigo “acho que li o livro rápido demais, vou reler ele antes da estreia do filme”. Terminei a releitura, nada de novo. “Bom, no filme, quando eu tiver visualizando a histórias vai ser ‘mais fácil’”, pensei. E mais uma vez: N-A-D-A!

Não que eu não ache a história bonita, triste ou nãoseimaisoque, só não mexeu comigo como anda mexendo com todo mundo. Histórias sem muito suspense, pra mim, acabam se tornando sem graça e comum. E acho que o fato de já ter lidado com uma morte de câncer, possa ter influenciado, mas enfim.

É isso, espero ver filmes que me encantem mais nesses próximos dias.

Beijo, Sabrina!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: